sexta-feira, agosto 26, 2016

Pesquisa: Lula atinge rejeição recorde de 71%


                       Pesquisa mostra que Lula é o presidenciável mais rejeitado

O PT insiste na lorota de que Lula é “certo” para vencer as eleições de 2018, mas faltou combinar com 71% dos eleitores, que não votariam nele de jeito nenhum para presidir o Brasil uma terceira vez, segundo levantamento do Paraná Pesquisas. O ex-presidente é, de longe, o presidenciável mais rejeitado. Até na região Nordeste, onde o PT teve a maioria de seus votos em 2014, a rejeição de Lula chega a 55,9%. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Principal oposição ao PT, o PSDB não comemora. Aécio, Alckmin, e Serra são rejeitados por 56,7%, 61,9% e 56,4%, respectivamente.

Terceira colocada nas últimas eleições, Marina Silva (Rede) apresenta rejeição semelhante aos tucanos, 56,6% não votam na ex-petista.

Apesar de ser o “menos rejeitado”, com 55%, Jair Bolsonaro (PSC-RJ) tem o menor índice de “votos certos”: só 9,6% votariam “com certeza”.

Documentos são apreendidos na Prefeitura de Pacajus

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), com apoio da Polícia Civil, cumpriu nesta quinta-feira, 25, mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Pacajus, a 49 km de Fortaleza. O teor da investigação criminal não foi divulgado e, por enquanto, apenas documentos foram levados.

Segundo o promotor da 2ª Vara de Pacajus, Iuri Rocha Leitão, a investigação tramita no MP há cerca de 20 dias. "Não posso falar o que está sendo investigado nesse momento porque corre em sigilo, mas foram levados apenas papeis", disse ele.

A Prefeitura de Pacajus informou apenas que está colaborando com o MP e vai fornecer todos os documentos necessários para facilitar as investigações.

Ministério Público Eleitoral registra mais de 5 mil candidatos fichas-sujas


O Ministério Público Eleitoral identificou em todo o país, 5.179 candidatos fichas-sujas que são candidatos a prefeito e vereador. 

A relação resulta do cruzamento de dados dos tribunais de contas, de decisões colegiadas do Judiciário e de conselhos profissionais.

Com base na lista, é que os juízes devem julgar se o candidato vai ou não ser cassado.

Ceará corre o risco de amargar sexto ano de seca seguido, diz Funceme

O La Niña, fenômeno climático que poderia por fim a seca prolongada no Ceará pode “perder forças” entre março e abril do próximo ano. Com isso, a tendência é que o Estado amargue o sexto ano consecutivo de seca. A  análise é da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Segundo a Funceme, nos próximos meses, as chuvas devem ocorrer somente entre dezembro e janeiro, na chamada pré-estação no sul do estado. A Fundação, por sua vez, não fecha as portas, e não sabe precisar se em 2017 vai ser um ano de inverno rigoroso ou de seca. A possibilidade do La Niña trazer chuvas não animam os meteorologistas.

Dos 153 açudes cearenses monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), um total de 89 estão com volume abaixo de 10%. Segundo a Agência Nacional das Águas (ANA) o Ceará atingiu um nível de seca drástico na escalada estiagem medida pelo órgão.


(Ceará agora)

quinta-feira, agosto 25, 2016

Dois terços das cidades mais violentas estão no Nordeste

O Nordeste concentra as cidades mais violentas do país. Com o surgimento de novos polos econômicos nas últimas décadas, a região precisou lidar com uma onda de criminalidade para qual não estava preparada. O resultado é que, hoje, dos 150 municípios com as maiores taxas de homicídio por arma de fogo no Brasil, 107 ficam no Nordeste – dois a cada três. No ranking de capitais, as seis primeiras colocadas também são da região.

Os dados compõem o Mapa da Violência 2016 – Homicídios por Armas de Fogo no Brasil, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), sob coordenação do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz. Eles mostram que, apesar de o crescimento das mortes por arma de fogo ter desacelerado na última década no país, as realidades locais e regionais não seguem um padrão.
Enquanto Rio e São Paulo, por exemplo, conseguiram reduzir os índices de assassinatos após investimentos em segurança, o Nordeste dobrou sua taxa de homicídio de 16,2 para 32,8 entre 2004 e 2014, puxando, ano a ano, os resultados do Brasil para cima. O índice é bem superior ao da segunda colocada, a Região Centro-Oeste, que tem taxa de 26 mortes por 100.000 habitantes e registrou aumento de 39,5% no período. Já o Sudeste foi o único a recuar nessa década, 41,4%, e tem catorze homicídios por arma de fogo para cada 100.000. No país, a média é de 21,2 homicídios por 100.000 habitantes.
 
Em 2014, o índice médio do Nordeste foi liderado por Alagoas (56,1), Ceará (42,9), Sergipe (41,2) e Rio Grande do Norte (38,9). “Na virada do século, todos eram Estados que apresentavam bons índices”, afirma Jacobo Waiselfisz. “Locais que antes tinham altos índices, como São Paulo, Rio e Pernambuco, passaram a receber recursos, e as taxas caíram.”
No Brasil, dois municípios têm taxa superior a cem homicídios por arma de fogo para cada 100.000 – número equivalente ao de zonas de guerra. São eles: Mata de São João (102,9), na Bahia, e Murici (100,7), em Alagoas, ambos em regiões metropolitanas do Nordeste. Para o cálculo, foram consideradas as cidades com mais de 10 mil habitantes, onde aconteceram 98% dos assassinatos por arma no país, no período de 2012 a 2014.
Das 150 cidades mais violentas, apenas 43 não ficam na região. O Distrito Federal e outros oito Estados não têm nenhum município na lista, incluindo São Paulo, Santa Catarina e Acre. Do Nordeste, apenas o Piauí não aparece. O estudo usa dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus).
Segundo Jacobo Waiselfisz, houve uma interiorização dos crimes no Brasil, antes concentrados em grandes capitais. “Surgiram polos industriais, que são atrativos de população e de violência”, diz o sociólogo. Para ele, a “pandemia de violência” não foi acompanhada por incremento no aparato de segurança desses locais.
Já o ranking das capitais, liderado por Fortaleza, no Ceará, tem como base as taxas de 2014. Lá, foram 81,5 homicídios por arma de fogo por 100.000 habitantes. Na sequência, aparecem Maceió (73,7), São Luís (67,1), João Pessoa (60,2), Natal (53) e Aracaju (50,5). Só então, em sétimo lugar, vem Goiânia (48,5), no Centro-Oeste.
De acordo com o levantamento, as armas de fogo mataram 123 pessoas por dia em 2014. Mais do que no Massacre do Carandiru, quando 111 presos foram mortos em São Paulo, em 1992. Para o sociólogo, apesar de a taxa de homicídio estar praticamente estável desde 2003, após uma política de controle de armas, com avanço de 0,3% ao ano, a quantidade de casos ainda preocupa. “A febre persiste. O indivíduo [Brasil] não morreu, mas continua na UTI.”
 
(Com Estadão Conteúdo)


Dia 31 deste mês encerra o prazo para o trabalhador fazer o saque do PIS/PASEP


Encerra na próxima quarta-feira, 31 de agosto, o prazo para que mais de 900 mil trabalhadores brasileiros que ainda não sacaram o Abono Salarial ano-base 2014, retirem o benefício. O valor é de um salário mínimo (R$ 880) e está disponível em qualquer agência da Caixa.

No Ceará 25.742 benefícios ainda não foram sacados. 

Têm direito ao abono salarial os trabalhadores que tenham exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias em 2014 e recebido até dois salários mínimos por mês nesse período. Além disso, é necessário estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).


Consulta


Os trabalhadores podem consultar se têm direito ao benefício pelo portalhttp://abonosalarial.mte.gov.br/, inserindo CPF ou número do PIS/Pasep e data de nascimento.  Outras informações podem ser obtidas diretamente com a Caixa, no caso do PIS, no telefone 0800-726 02 07, ou Banco do Brasil, no caso do Pasep, pelo número 0800-729 00 01. Os atendentes da Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também podem ajudar.


Com informações do MTE.

quarta-feira, agosto 24, 2016

Projeto de lei cria carteira de identificação dos radialistas

 O líder do PSC na Câmara Federal, deputado André Moura, protocolou, em fevereiro, o PL 458/2015 que acrescenta dispositivos à Lei nº 6.615, de 16 de dezembro de 1978, para dispor sobre a identidade profissional de Radialistas.

Com a alteração da Lei, os radialistas de todo o Brasil passarão a ter a carteira nacional de radialista servindo como documento de identidade pessoal e profissional e validade em todo o território nacional. O documento deverá ser emitido pelo Sindicato da categoria ou pela Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão (Fitert), devidamente credenciada e registrada junto ao Ministério do Trabalho e do Emprego.

A propositura é uma das reivindicações da categoria que deseja ter o mesmo documento de identificação profissional que outras já possuem a exemplo dos jornalistas, arquitetos e advogados. Para o secretário de Política Sindical da Fitert, Fernando Cabral, a carteira valoriza o profissional.

"A carteira de identidade profissional valoriza a profissão dos radialistas do Brasil e é muito importante para todos. Além disso, mostra que somos uma classe organizada e comprometida com nossas funções.

O presidente do Sintert-rn Sindicato Radialistas do RN, radialista Jailson Gomes, diz que vai buscar o apoio dos deputados federais do Rio Grande do Norte para a iniciativa. "Vamos unir nossas forças e buscar o apoio dos representantes do povo, esperando que cada radialista do RN exija dos congressistas o apoio a nossa categoria", afirmou Jailson.

André Moura também é autor do PL 3982/12 que fixa o piso salarial nacional dos radialistas com jornada de trabalho de 30 horas semanais, reajustado anualmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).


 

Portal RN 24 Horas




INUSITADO! Bode vai “disputar” prefeitura com única candidata em município do Ceará



Com apenas uma opção de candidatura à prefeitura em 2016, moradores do municípios de Jati, a 524,8 quilômetros de Fortaleza, encontraram uma forma inusitada de “reverter” a situação. Um caprino, batizado como “Bode 90”, é o mais novo opositor à reeleição da atual prefeita Maria de Jesus Diniz Nogueira (PSD), conhecida como Neta, e está fazendo sucesso na cidade.

A oposição à atual gestão preparou a candidatura do médico Dr. Jarbas, que teve o registro rejeitado porque não se descompatibilizou de sua função no programa Mais Médicos, do Governo Federal. “Fizemos reuniões, tentamos trabalhar outros nomes, mas tomamos a decisão mais coerente de não termos candidato”, afirma o membro da oposição e professor universitário Kael Rocha. A ideia de lançar o bode – pontua Rocha, não partiu da oposição.

Como a reeleição de Neta não é unanimidade, parte da população decidiu iniciar uma campanha em protesto. “Um grupo de jovens resolveu criar a questão do voto de protesto, uma coisa engraçada, porém com muito respeito ao pleito eleitoral”, afirma Kael.

O bode já ganhou comitê, adesivo, cartaz, desfile, carreata e a simpatia dos moradores de Jati. Rocha conta que o Bode 90 tem sido solicitado para participar de atos de campanha em diversas comunidades. Por isso, a próxima meta é comprar um bode de plástico para não maltratar o animal.O sobrenome 90 é uma referência ao número do animal no jogo do bicho e é parte da campanha pelo voto nulo. “Quando você bota 90 (na urna) você anula o seu voto porque, aqui, em Jati, não tem partido com a legenda 90 registrada”, ressalta.

Vamos procurar um bode de fibra para não desgastar tanto o bode (verdadeiro), para que ele não estresse”, ressalta Rocha.

A mobilização pelo voto nulo não inviabiliza a vitória da atual prefeita. A legislação eleitoral não contabiliza votos nulos e brancos para o resultado do pleito. Apenas um voto garante a reeleição da candidata que já afirmou que manterá ações de campanha, apesar da ausência de opositor.



(Tribuna do Ceará)

Gilmar reduz Moro e MPF a pó

Na folha

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou nesta terça (23) que integrantes do Ministério Público Federal devem "calçar as sandálias da humildade".

Classificou ainda de "cretino" quem criou proposta de combate à corrupção defendida pelo juiz Sergio Moro e pelo coordenador da Lava Jato no Paraná, procurador Deltan Dallagnol.

"É aquela coisa de delírio. Veja as dez propostas que apresentaram. Uma delas diz que prova ilícita feita de boa fé deve ser validada. Quem faz uma proposta dessa não conhece nada de sistema, é um cretino absoluto. Cretino absoluto. Imagina que amanhã eu posso justificar a tortura porque eu fiz de boa fé", disse o ministro(…)

Em tempo: Gilmar também criticou a suspensão das tentativas de acordo de delação premiada com ex-executivos da OAS. O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, tomou essa decisão após vazamento de informações confidenciais.

"E as investigações do vazamento daquelas prisões preventivas, onde estão? Já houve conclusão? O resumo da ópera é: você não combate crime cometendo crime. Ninguém pode se achar o "o" do borogodó. Cada um vai ter seu tamanho no final da história. Um pouco mais de modéstia, calcem as sandálias da humildade", disse o ministro.

CAMILO SANTANA DARÁ POSSE NA SEGUNDA A CONCURSADOS NA POLÍCIA CIVIL


 O governador Camilo Santana inicia na segunda-feira (29) o processo de posse dos nomeados no último concurso da Polícia Civil. Dos 703 aprovados que concluíram o curso de formação na Academia Estadual de Segurança Pública, 255 serão empossados na manhã da segunda-feira, no Centro de Eventos, no bairro Edson Queiroz. São 65 delegados, 105 escrivães e 85 inspetores, que de imediato assumirão suas funções.

Uma outra parte dos aprovados será convocada em outubro, enquanto os demais serão empossados até abril do próximo ano. As nomeações, de acordo com o Governo do Estado, representam um aumento de 30% do efetivo da Polícia Civil, o que possibilitará a instalação de novas delegacias 24 horas, principalmente no Interior.


(Via Blog do Eliomar de Lima)

terça-feira, agosto 23, 2016

DEPENDE DE VOCÊ. ESPETACULAR PEC (PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO)


PEC que reduz número de parlamentares tem 334 mil votos a favor

A PEC 106/2015 que reduz o número de membros da Câmara dos Deputados e do Senado Federal tem, até o momento, 334.325 votos a favor e 1.010 contra. O texto passa por consulta pública na página do Senado na internet. De acordo com a proposta, o número de senadores passaria de 81 para 54 e de deputados federais de 513 para 386. Para dar sua opinião a respeito da PEC, basta acessar o link: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=122432
A PEC 106/15, de autoria do senador Jorge Viana (PT-AC), altera os artigos 45 e 46 da Constituição Federal e estabelece que cada estado e o Distrito Federal elegerão dois e não mais três senadores, como é atualmente. A proposta não muda o tempo de mandato no Senado que continuaria de oito anos.

Na Câmara, a proposta mantém o critério de representação proporcional à população de cada unidade da federação, mas o número mínimo de deputados passaria de oito para seis e o máximo de 70 para 53. A proposta foi apresentada em 16 de julho do ano passado e encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, mas não avançou.



Com diário do poder

CIÊNCIA. TOMAR UMA ASPIRINA A CADA TRÊS DIAS REDUZ O RISCO DE INFARTO E AVC

 O ácido acetilsalicílico (AAS), também conhecido como aspirina, é utilizado por pacientes de risco, para prevenir infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e doença vascular periférica. No entanto, ele pode causar complicações gastrointestinais. Segundo os pesquisadores, reduzir a dose de diária para uma a cada três dias mantém a eficiência sem agredir o aparelho gástrico.

´Há 50 anos o AAS tem sido adotado na prevenção de eventos cardiovasculares, mas seu uso constante pode causar irritação e sangramento gástrico – muitas vezes sem sintomas prévios. Por isso, nos últimos anos, vem se tentando reduzir a dose. Neste estudo, propomos um esquema terapêutico diferente´, disse Gilberto De Nucci, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (FCM-Unicamp) e do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), coordenador do estudo.

Segundo De Nucci, o ácido acetilsalicílico inibe a ação da enzima cicloxigenase (COX). Nas plaquetas, isso diminui a produção de tromboxano, um tipo de lipídeo que favorece a agregação plaquetária. Por essa razão, na linguagem popular, costuma se dizer que o AAS ´afina´ o sangue, ou seja, diminui a probabilidade de formação de coágulos que podem obstruir o fluxo sanguíneo.

Por outro lado, na mucosa gástrica, a inibição da enzima COX diminui a produção de prostaglandinas – substâncias lipídicas que protegem o estômago e o intestino.

TRE cassa mandato de vereadores de São Gonçalo do Amarante e Mombaça

 O TRE cassou em sessão nesta segunda-feira, 22/8, o mandato dos vereadores Valério Marques Sá, de Mombaça, e Francisco Magno Martins de Brito, de São Gonçalo do Amarante, ambos por infidelidade partidária.

A relatora desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, afirmou “não restar comprovada nos autos a grave discriminação política pessoal apta a justificar a desfiliação partidária do filiado”. Os demais juízes da Corte do TRE, em decisão unânime, acompanharam o voto da relatora.

O vereador Valério Marques Sá foi eleito em 2012 pela Coligação “Por Amor à Mombaça” (PRB/PP/PR/PSB/PSDB). Em 1º de outubro de 2015, desfiliou-se do PR, alegando discriminação política pessoal. Já o vereador Francisco Magno Martins de Brito, de São Gonçalo do Amarante, foi eleito em 2012 pela Coligação PPS/DEM/PV. Em 9 de outubro de 2015, desfiliou-se do DEM.


 (Site do TRE)

segunda-feira, agosto 22, 2016

TV e internet são os meios que mais influenciam eleitores, segundo pesquisa

Internet têm mais influência que a TV entre joves de 18 a 24 anos

As eleições municipais começam, de fato, nesta sexta (26) com os primeiros programas em horário eleitoral gratuito de rádio e TV, mas a aposta dos candidatos para conquistar o eleitor deve trocar o rádio pela interrnet. De acordo com levantamento da Ipsos, TV e internet estão quase empatados como os meios com maior capacidade de influenciar o eleitorado.


Entre os entrevistados, 77% reconheceram o poder da TV e 76%, o da internet. Na sequência, aparece o jornal (66%) e o rádio (61%). Revista vem como a última opção, com 48%. A pesquisa revela que influência da televisão e da internet é alta entre todas as classes sociais e níveis de escolaridade, mas a prevalência da TV a diminui proporcionalemente à idade do eleitor, chegando a ser ultrapassada pela internet entre os eleitores de 18 a 24 anos.



O OUTRO LADO: IRMÃO DO PREFEITO DE IPU SÉRGIO RUFINO, NEGA TER CHICOTEADO ELEITOR

Ipu (CE): Irmão do prefeito é vítima de injuria; Mais uma ação baixa da oposição


Na manhã desta segunda-feira (22), o senhor Luiz Rufino Moreira procurou a Delegacia Municipal de Ipu para registrar um Boletim de Ocorrência por Injúria contra a sua pessoa.

Segundo os fatos relatados no BO:

Luiz Rufino participava de um cavalgada ocorrida na manhã deste domingo (21) na cidade de Ipu que percorreu várias ruas e bairros da cidade. Ao passar próximo ao Posto São Cristovão, um senhor de nome Raimundo de Sousa, mais conhecido por “Xoxo”, estava xingando os participantes de cavalgada.

Visivelmente embriagado, “Xoxo” xingava os participantes da cavalgada de “Filhos de uma égua”, “Filhos da Puta”, “Ladrões” e outros xingamentos.

Além de xingar os participantes da cavalgada, “Xoxo” ainda gesticulava como que tivesse algo na cintura, possivelmente uma amar. Nesse momento, ele foi cercado por várias pessoas que estavam na cavalgada.

O senhor Luiz Rufino disse que viu o tumulto e foi até o local no intuito de evitar uma confusão maior, mas a pessoas e a imprensa ligada ao Grupo de Oposição se aproveitaram do fato para criar polêmica e atingir o irmão do senhor Luiz Rufino que é prefeito e candidato a reeleição.

Luiz Rufino afirmou na presença do Delegado de Polícia que não agrediu o homem conhecido por “Xoxo” e sim houve agressão, ele não presenciou o fato. Disse também que está vendo vítima de injuria e que pretende apresentar um Ação Criminal na justiça.

Nada justifica agressões, nem verbais e nem físicas, mas quem faz provações aos outros e sofre alguma agressão tornou-se vítima de suas próprias provocações. Depois quer posar de santo.


Netcina